Acupuntura veterinária é utilizada em vários portes para dor


Segundo especialista, método também pode trabalhar como coadjuvante da terapia alopática

Acupuntura pode ser aplicada em animais de grande porte e de alto desempenho atlético

A acupuntura em animais foi reconhecida como uma especialidade da medicina veterinária. Indicada principalmente para os casos de dor, ela já está sendo aplicada tanto em animais de grande porte e de alto desempenho atlético, como em bichos de estimação.

– Tem a questão dolorosa como carro-chefe dos animais de performance. A acupuntura se encaixa muito bem nesse sistema porque um animal, por exemplo, em competição, pode fazer uso do tratamento da acupuntura sem sair em uma questão de doping muitas vezes – afirma o veterinário especialista.

Segundo o especialista, a acupuntura também pode trabalhar como coadjuvante da terapia alopática dos anti-inflamatórios, fazendo um ação catalisadora e melhorando a resposta da medicação frente ao processo de desequilíbrio do animal.

– Isso tem a fortalecer a medicina veterinária com mais uma especialidade. Tem a fortalecer o médico veterinário que trabalha com as agulhas porque o proprietário que contrata o especialista, ele tem a segurança que isso é realmente uma ciência, reconhecida por lei, colocando assim nas mãos do profissional o seu maior bem.

O Conselho Federal de Medicina Veterinária (CFMV) agora reconhece a acupuntura como uma especialidade da profissão. A concessão do título fica a cargo da Associação Brasileira de Acupuntura Veterinária.

– A partir do momento que o Conselho habilita a associação de uma determinada especialidade para conceder o título, ele está ajudando a regular também a formação desses profissionais. Esse profissional vai ter cumprido uma série de etapas em sua formação tanto comprovando o número de atendimentos nessa especialidade como em cursos com determinado número de horas-aula, então, ele teve uma formação diferenciada. Ele se submeteu a um exame teórico-prático organizado por uma associação que também regula a especialidade. Então, a partir do momento que ele é aprovado e habilitado pela associação, o Conselho vai homologar esse título de especialista. Isso garante que ele teve uma formação diferenciada. Para a sociedade, isso garante que ela tem a sua disposição um médico veterinário que tem uma formação complementar bastante ampla na especialidade em que atende – relata o conselheiro do CFMV, Marcello Rodrigues.

Segundo Rodrigues, a lei que disciplina a profissão de médico veterinário, confere ao profissional o direito de praticar todas as especialidades da medicina veterinária.

– O especialista é uma pessoa que teve uma formação mais direcionada e mais lapidada para determinada especialidade, o que não quer dizer que as pessoas que hoje pratiquem acupuntura estão de maneira alguma fora da lei – diz Rodrigues.