Aprenda como fazer uma massagem de 15 minutos em seu cachorro


Massagens e outros tipos de tratamentos semelhantes não são apenas para os humanos. Inclusive, você e seu cão podem relaxar com essa técnica de 15 minutos que os cães adoraram.

A veterinária e assistente de reabilitação canina Margaret Connor, que ensina essa massagem ao Dog Blog do site TheDogDaily, explica que você precisa deixar o seu cão deitado ao seu lado para que você possa começar a massagem. Aplicando um pouco de pressão suave com as mãos, você massageia cada pata, com ênfase nas áreas de dor e inflamação, no sentido do corpo até as extremidades de cada pata. Dure a mesma quantidade de tempo em cada membro, de preferência entre três e cinco minutos.

Depois disso, deixe seu cachorro sentado, ou de pé, para a próxima etapa da massagem. Localize a coluna espinhal dele e massageie a área entre 2,5 e 5 cm dessa região. “São os músculos dessa região que dão suporte à espinha e distribuem o peso do animal, por isso eles costumam ficar bastante tensos. Comece massageando o lado de fora da espinha e rolando a pele para trás e para a frente,” diz Connor.

Dicas e benefícios: o que esperar das massagens?

A especialista continua, dizendo que o foco da massagem deve ser nos músculos e não nos ossos. Ela também sugere que se massageie o pescoço, ombros e patas até que a pele fique mais solta. “Foque nas áreas em que você, como humano, também iria gostar. Seu pet, com certeza, gostará tanto quanto você!”, afirma a especialista.

Os benefícios de massagear o seu cachorro são inúmeros, contribuindo para o combate e prevenção da artrite, problemas de pressão das juntas e machucados e geral. Além disso, a massagem remove as retenções de líquidos, inflamações musculares e cicatrizes.

Então, que tal tentar uma massagem no seu pet?