Banho e Tosa: qualidade de vida, higiene e beleza para os pets


Para amenizar a solidão, as pessoas procuram a companhia não só dos indivíduos da sua espécie, mas também dos animais de estimação. Estes animaizinhos, porém, necessitam de cuidados especiais.
 
Considerados por muitos como membro da família, as lojas se especializaram na oferta de produtos indispensáveis ao seu sofisticado cotidiano. Cuidar de animais domésticos é mais do que a prestação de um serviço ao seu dono, é sentir satisfação em tê-los próximos e poder dar carinho e atenção.
 
Banho, tosa, condicionamento do pelo e limpeza dos ouvidos e unhas são os itens básicos de qualquer tratamento de beleza. Devem ser realizados principalmente por questões de higiene do animal e do ambiente familiar em que ele vive.
 
Tosador
 
Tosar é muito mais que usar máquina e tesoura, há uma série de outros cuidados que devem ser tomados para embelezar e higienizar o animal. A tosa deve ser realizada por um profissional especializado, ou seja, um tosador, obedecendo às regras de higiene e esterilização de lâminas dos aparelhos de tosa, sempre tomando cuidado para não machucar o animal.
 
A tosa deve ser realizada por um profissional especializado, ou seja, um tosador, obedecendo às regras de higiene e de padrão de cada raça.
 
Para embelezar, é preciso também saber dar banho, secar, desembolar, escovar os pelos de maneira adequada, cortar as unhas, limpar os ouvidos e reconhecer quando o pelo e a pele, ou os ouvidos do animal, não estão saudáveis, e encaminhar ao veterinário responsável. O tosador também deve possuir conhecimento técnico sobre os vários tipos de tosa de acordo com o padrão da raça em questão,  podendo influir, inclusive, no valor comercial do animal.
 
O banho
 
O banho, além de ser importante para embelezar, é mais ainda para promover a saúde dos animais e do ambinete familiar em que vivem.
 
Para algumas raças, essa é uma das etapas mais importantes do trato. O banho dado de forma imprópria em um cão, como o Poodle, pode tornar impossível dar um acabamento próprio ao pelo. A frequência varia de raça para raça. Por exemplo, o Poodle deve ser banhado a cada quatro ou seis semanas, enquanto que o Pointer pode ficar de três a quatro meses sem banho. Cães que são mantidos em casa têm que ser banhados com mais frequência, por razões de higiene.
 
Antes do banho, deve-se escovar bem o pelo, a fim de remover aqueles mortos e desemaranhar a pelagem. Isso é feito melhor com uma rasqueadeira e um pente de nós. Você pode começar a dar banho no cão ou gato a partir de 45 dias de idade, contanto que a temperatura esteja quente. Jamais banhe um filhote novo em dias extremamente frios.
 
Unhas
 
Cortar as unhas de um cão exige prática e perseverança. Mantê-las propriamente cortadas significa menos estragos no carpete e pisos, além de uma menor chance de dor por causa de unhas agarradas, quebradas ou encravadas. Use cortadores especialmente feitos para cães. Para melhores resultados, espere que ele esteja relaxado ou adormecido. Corte as unhas onde elas curvam, do outro lado da área sensível e rosada, conhecida como sabugo.
 
Tosa
 
Existem dois tipos de tosa: o trimming (especial para exposição) e o grooming (mais usado para cães domésticos). Para este último, ou tosa comum, usa-se tanto a tesoura como o cortador. Quando for usar o cortador, é importante manter o pulso flexível, no caso de o cão mover-se subitamente. Use-o, em geral, seguindo a direção do pelo. Cortar com a tesoura é uma arte um pouco mais lenta de se adquirir e requer mais horas de prática.
 
Cada raça tem um padrão de tosa, e essa deve ser feita após o banho e a tosa higiênica.
 
A tosa higiênica, consiste em tosar a barriga, região perianal e almofadas plantares. Para os Poodles pode-se ainda aparar a cauda, raspar as patas (fêmeas) e o focinho. Para os Yorkshires Terrier, as pontas das orelhas.
 
É preciso tosar o pet utilizando-se de vários equipamentos e utensílios, conforme os padrões, aplicando todo o conhecimento dos esteticistas.
 
Gatos
 
O banho também é importante para saúde dos felinos, apesar de se banharem usando a lingua.
 
Os gatos têm menor necessidade de banho, pois costumam se lamber, cuidando da própria limpeza. Mas isso não quer dizer que não precisem, como muita gente pensa. Às vezes, um banho é necessário para tratar ou controlar pulgas, limpar um felino aventureiro, tratar um problema dermatológico ou retirar algo perigoso do pelo do gato. O chamado "banho de língua", que nossos amiguinhos tomam diversas vezes ao dia, não lhes retira todas as impurezas do pelo, principalmente se forem pelos longos. Além disso, eles engolem muitos pelos mortos; o que não é saudável.
 
Também, devemos atentar que o calor afeta os animais e eles gostam de se sentir refrescados e limpos. Além de água fresca e ração balanceada, devemos mantê-los limpos, pois a higiene também faz parte de uma vida saudável!
 
A CAPESVET oferece aos amantes de animais e aos que trabalham com eles a oportunidade de realizar um CURSO DE ESTÉTICA ANIMAL! Nele, todas as informações e utensílios são utilizados para tornar você o mais capacitado dos profissionais em especialização, banho e tosa, reciclagem e atualização e banhista! A CAPESVET também trabalha com uma grande diversidade de cursos, como o CURSO DE AUXILIAR VETERINÁRIO

Fonte: 
http://veterinarianews.com.br/